FredTUB: Como você enxerga o mercado de trabalho e as oportunidades de empregos?

Como você enxerga o mercado de trabalho e as oportunidades de empregos?


Para entender melhor o mercado de trabalho, a equipe FredTUB dividiu a sequência pela qual um profissional passa para chegar em boa posição no mercado de trabalho e possuindo uma boa oportunidade de emprego. A equipe se aprofundou principalmente na busca dos jovens pelos empregos, que seria a nossa faixa etária.
Para iniciar no mercado de trabalho, é necessário qualificação. A principal forma são os centros profissionalizantes, exemplo disso, temos o SENAI e o CEDUP.   

            A equipe FredTUB entrevistou o Senhor Ivanir Dallabrida, professor do Centro de  Educação Profissional de Timbó (CEDUP), que nos relatou a importância de cursos profissionalizantes para aperfeiçoar o início no mercado de trabalho de um jovem. “... Em nossa região, pode haver desemprego, porém muitas pessoas não estão qualificadas para o mercado de trabalho. Há cursos técnicos e cursos de qualificação que auxiliam a ingressar no mercado de trabalho. Hoje no CEDUP, praticamente conseguimos colocar a maioria de nossos alunos em empresas, alguns empregados e outros ainda em estágios. Atualmente, praticamente não temos alunos desempregados. O interessante é pensar que dos cursos de administração, mais de 80% são mulheres.” Disse o professor Ivanir.
            
            
           Após o termino de um curso profissionalizante, o segundo passo seria a busca por uma agência de empregos. Sabendo disso, buscamos na CONNECTION Agência de Empregos, o que o mercado de trabalho pode oferecer ao jovem.  (Abaixo uma entrevista feita com uma funcionária da CONNECTION, Dona Sandra. Para assistir clique em play).




Depois de ser direcionado pela agência de empregos, o jovem que já está capacitado, busca a empresa para a seleção com o objetivo de entrar no mercado de trabalho com uma boa oportunidade de emprego.

           Com isso fomos até a TASCHIBRA, onde conseguimos uma entrevista para saber melhor sobre o “Programa Menor Aprendiz”. Na empresa fomos recebidos pela Senhorita Morgana, responsável pelo recrutamento dos funcionários, que nos explicou sobre o programa: “... O Programa Menor Aprendiz abre vagas de trabalho para menores de 16 anos trabalharem três dias por semana num total de doze horas semanais, no restante da semana eles realizam um curso voltado para a empresa. Os trabalhos concedidos são auxiliares de escritório e serviços gerias na empresa, tudo na mais leve posição. O programa tem como finalidade possibilitar ao menor adquirir qualificação ao mercado de trabalho.”  Disse a Senhorita Morgana. (Obs.: A integrante Gabriela Martins não esteve presente na Taschibra por motivos de saúde).
            
Com isso, a equipe FredTUB concluiu sua visão: O mercado de trabalho varia pelo o que você têm a oferecer e o que ele lhe oferece, e as oportunidades de empregos existem, só falta interesse de cada um buscar uma qualificação adequada para ocupar essas vagas.  
  
  "Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!”
FredTUB - INOVANDO!

5 Response to "Como você enxerga o mercado de trabalho e as oportunidades de empregos?"

  1. »ø¿Mavo¿ø« says:
    22 de junho de 2010 11:11

    Parabens pelos trabalhos realizados

  2. Daiana says:
    23 de junho de 2010 10:04

    Adoreeiii o Blog... mto criativo .. a maté´ria é show de bola... Ivanir um excelente professor

  3. iva says:
    24 de junho de 2010 09:37

    Gostei de ver o empenho da equipe. Este projeto é excelente pois estimula jovens de 14 ,15 anos, explorarem temas de grande relevância, despertando um olhar holistico para a questão da profissionalização.
    Escolher ma profissão é sempre um grande desafio: Escolher algo rentável? Algum nicho de mercado? Algo que se goste?
    Eu diria: Primeiramente feliz aquele que pode escolher e para escolher, deverá estar bem preparado. A escolha será mais eficaz, se conseguir, de preferência conciliar a rentabilidade, oportunidade de mercado e ainda a vocação e gosto pela atividade escolhida.
    Particularmente, coloco a questão de que, temos que gostar do que fazemos, nos identificarmos apaixonarmos pela profissão, pois neste sentido, faremos bem feito, melhor e seremos felizes proporcionando excelência no que fazemos e teremos uma boa qualidade de vida no trabalho.
    O mercado de trabalho hoje, está altamente competitivo, o que os leva a nos atualizarmos, reciclarmos e aperfeiçoarmos constantemente.
    Ressalto a questão de que, há desemprego, mas há também muitos candidatos desqualificados.
    Trabalhei mais de 10 anos gerenciando uma empresa e constantemente recebia pessoas que estavam a procura de emprego e percebia claramente esta situação.MUitos vinham e indagavam "Vocês NÃO ESTÃO pegando gene né?", ou ainda "Vocês não precisam de pessoas para trabalhar né"? A própria forma de procurar um emprego já é equivocada...
    Mesmo para os cargos produtivos, para atividades mais braçais, me deparava com dificuldadede encontrar um bom funcionário, que vistisse a camisa da empresa e cumprisse com suas obrigações. Neste sentido não interessa se você é gerente, assistente administrativo, operador de máquina ou faxineira... você deverá ser a melhor faxineira, o melhor operador de máquinas, o melhor gerente e sucessivamente.

    Deixo mais uma vez os cumprimentos a equipe e desejo muito sucesso! Parabéns!!!

  4. aluisio says:
    5 de julho de 2010 16:17

    Aluisio
    Indaial 5 de julho de 2010

    Adorei o blog, e percebo que muitos ainda precisam de um empurão, uma maozinha na hora de procurar um emprego, mas acredito que isso ainda não seja o suficiente nos dias de hoje, pois é preciso que os jovens tenham ambissão, tenham vontade de fazer algo, porque este algo vai fazer com ele realize todos os seus objetivos.
    A partir do momento que o jovem consiga traçar metas, defina seus objetivos, e busque realiza-los ninguém mais o segura, e aí ele vai vencer na vida.

  5. cristina says:
    10 de agosto de 2010 05:33

    A matéria é bem interessante,
    Aqui muita gente pode se informa,
    e concordo que tem muita gente rpecisando de um emprego!
    Parabéns pela matéria ;)

Postar um comentário